Grevílea-robusta

Nome Científico:
Grevillea banksii
Família:
Proteaceae
Características Morfológicas:
Essa arvoreta apresenta folhas bem recortadas e afiladas, nas cores verde-acinzentadas na superfície e esbranquiçadas no verso. Suas inflorescências são chamativas, geralmente compostas de muitas flores vermelhas, com um detalhe curioso: sem pétalas. Também ocorre na variedade de flores brancas, conhecida por Grevillea banksii alba. Multiplica-se por sementes.
Origem:
Austrália.
Ocorrência Natural:

Solos férteis a pleno sol, com espaçamento mínimo de um metro entre as plantas. Tolera, inclusive, as geadas

Esta arvoreta, que mede entre quatro e seis metros de altura, é conhecido também pelos nomes de grevílea, grevílea-vermelha, grevílea-escarlate e grevílea-de-jardim.
De vida perene, chama a atenção pelo aspecto exótico de suas flores, terreno farto para beija-flores, pois floresce o ano inteiro. Aliás, esta não é a única ave a visitar seus galhos. Cada pé de grevílea-anã, quando florido, corresponde a uma garrafinha de água com açúcar natural. É muito néctar para alimentar pássaros de bicos pequenos, médios e grandes.
Em função de sua beleza e da não concorrência com os fios de alta tensão, é vista em passeios e praças públicas (pelo seu pequeno porte e baixa manutenção), mas também em fazendas e condomínios.
Pode ser utilizada tanto isoladamente quanto em grupos. Mas um detalhe importante: é necessário fazer uma poda anual, assim que o exemplar ultrapassar a altura de 1,5 metro. A explicação: senão ela crescerá e definhará, adquirindo um aspecto horrível.
Para atrair os beija-flores, os seus principais frequentadores, uma dica: comece cercando sua propriedade com as grevíleas-anãs. Isso posto, vá adicionando outras plantas no entorno dela
.

Fonte:
TERRA DA GENTE.

 

 

Anúncios