Camélia japónica

Nomes Populares:
Camélia, Japoneira.
Família:
Theaceae.
Categoria:
Arbustos, Árvores, Árvores Ornamentais, Cercas Vivas.
Clima:
Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical.
Origem:
Ásia, China, Coréia do Norte, Coréia do Sul, Japão.
Altura:
1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros.
Luminosidade:
Meia Sombra, Sol Pleno.
Ciclo de Vida:
Perene.
Descrição:

Da mesma família do chá, a Camélia apresenta inúmeras variedades e híbridos. Versátil, pode ser utilizada como arbusto ou arvoreta. É muito popular, sendo cultivada no mundo todo, tanto em climas tropicais, como temperados. Seu tronco é lenhoso e suas folhas são elípticas, cerosas e coriáceas, serrilhadas ou denteadas. As flores solitárias, podem ser de diversos tipos, podendo ser grandes ou pequenas, simples ou dobradas, de diversas cores, sendo que as mais comuns são as brancas, as róseas e as vermelhas, e não são raras as bicolores.Sua utilização paisagística é ampla, adequando-se a jardins europeus, orientais e contemporâneos. A época de sua floração varia de acordo com o clima em que está inserida, podendo ocorrer desde o outono / inverno até durante ano todo em regiões mais quentes. As flores podem ser colhidas e são bastante duráveis, desde que não sejam manipuladas, pois podem ficar com manchas escuras. É a flor inspiradora do romance A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas Filho.

As camélias podem ser cultivadas em solos ácidos, férteis e bem irrigados, à meia-sombra ou sob sol pleno. Não se adaptam a climas demasiado quentes e toleram geadas e neves. Suscetível ao ataque de cochonilhas A camélia é uma planta cujo nome científico é Camellia L. que pertence à família Theaceae. Esta planta apresenta uma bela flor que é muito usada em termos decorativos.

Relativamente ao significado da camélia, há diferenças dependendo da cor das flores. As camélias cor de rosa significam grandeza de alma; as camélias brancas são uma alusão à beleza perfeita e as camélias vermelhas são um sinal de reconhecimento.
O gênero Camellia conta com mais ou menos 80 espécies originárias do Sudeste Asiático, florestas da Índia, Japão e China. As suas belas flores podem ser brancas, vermelhas e rosadas. Algumas podem ser amarelas, mas esses casos são raros. Algumas flores podem atingir o tamanho da palma da mão de um adulto, enquanto que outras podem ser pequenas como uma moeda.
Algumas espécies de camélias possuem um suave e agradável aroma. Espécies como a C. japonica, C. sasanqua, C. reticulata, e C. chrysantha são muito populares por serem plantas que apresentam folhagem escura e densa e também grandes e bonitas flores. O cruzamento entre diferentes espécies possibilita a criação de híbridos que apresentam as melhores características de cada espécie, sendo este o caso das camélias amarelas, obtidas através do processo de hibridização.
Os líderes mundiais no cultivo e criação de novas variedades de camélias são a Coreia, a China e o Japão. Na Europa, a partir do século XIX, a Itália assumiu um papel de destaque, criando variedades diferentes e se estabelecendo como um dos maiores produtores ocidentais. Só a espécie camellia japonica apresenta mais de 3000 variedades.
Camellia sinensis

A camellia sinensis, igualmente pertencente ao gênero camellia, é uma planta que dá origem a milhares de tipos de chá, dependendo da forma como é cultivada, ou da forma como as folhas são recolhidas e preparadas. Esta planta origina chás que estão incluídos em quatro categorias:
chá branco, chá verde, chá oolong e chá preto.

As sementes de algumas espécies produzem um óleo que é usado como combustível. O comércio que envolve esta planta é responsável pelo movimento de bilhões de dólares todos os anos.

Anúncios