Bordo

Nome:
Acer pseudoplatanus L.
Nome Comum:
Plátano-bastardo.
Distribuíção geográfica:
Centro e sul da Europa, sobretudo nas montanhas, desde a Bélgica e Polónia até Portugal e Grécia. Em Portugal, embora seja uma espécie indígena é difícil distinguir as populações autóctones das naturalizadas.
Caducidade:
Caduca.
Altura:
Até 30m.
Longevidade:
Normalmente entre 150 e 200 anos, embora possa ultrapassar os 300.
Porte:
Árvore de copa ampla oval e ramos abertos.
Ritidoma:
Tronco liso e acinzentado que se torna com a idade mais escamoso e fendido.
Folhas:
Simples, opostas, de pecíolo comprido, muitas vezes avermelhado, palmadas e divididas em 5 lóbulos sinuado-dentados.
Estrutura reprodutiva:
Flores hermafroditas ou unissexuais, de simetria radial e cor amarelo-esverdeada, em cachos compridos e pendentes; período juvenil de 15-20 anos; fruto seco, dupla sâmara, provida de asas estreitas na base e amplas no extremo, que fazem entre si um ângulo de 90º.
Floração:
Abril, Maio.
Maturação dos frutos:
Outono.
Habitat e ecologia:
Prefere locais frescos e regiões montanhosas, contudo suporta bem o calor e a seca, é exigente quanto ao solo, o qual deve ser fresco e profundo. Indiferente ao pH. Espécie de sombra que ocorre até aos 1600m. Necessita de humidade ambiental. Temperaturas desejáveis compreendidas entre os 2 e os 18ºC. É um indicador de solos férteis. É muito resistente ao vento, tolerando alguma exposição marítima. Tem um crescimento rápido, estabelecendo-se rapidamente, inibindo o crescimento de outras plantas em seu redor.
Modos de propagação:
Por semente: semear assim que estiverem maduras, geralmente germina na primavera seguinte. Se guardar as sementes, ponha-as em água durante 24 horas e faça estratificação por 2 a 4 meses de 1 a 8ºC, mantendo sempre alguma humidade. A germinação pode ser lenta. A semente também pode ser colhida verde (quando já se tenha desenvolvido totalmente, mas antes de secar e produzir inibidores de germinação) e semeada logo de seguida. Deverá germinar no final do inverno. Se a semente for colhida muito cedo produzirá plantas muito fracas ou nenhumas. Quando tiverem o tamanho suficiente para manejar, mude-as para vasos individuais. Quando chegarem aos 20cm plante-as nas posições definitivas. Por mergulhia: demora cerca de 12 meses e resulta com a maior parte das espécies do género. Por estaca: estacas novas em junho ou julho, devendo ter 2 ou 3 pares de folhas mais um par de rebentos na base. Remova um pouco da casca na base. As estacas devem desenvolver-se durante o verão, caso contrário é provável que não resistam ao inverno.
Fonte:
Florestar
Anúncios